5 Alimentos que ajudam a engordar de maneira rápida

Muitas pessoas, ao contrário da maioria, têm dificuldade em ganhar peso e massa muscular. Essas pessoas geralmente têm um metabolismo muito acelerado ou falta de apetite, o que acaba causando um físico mais delicado e com muito mais dificuldade para ganhar massa muscular.

O segredo dos alimentos que ajudam a engordar de maneira rápida, veja: como engordar em uma semana, na verdade, é porque eles vão te ajudar a ganhar peso da forma mais saudável possível, aumentando a massa muscular e não as reservas de gordura. Este aumento de massa muscular pode ser, ainda, maximizado por exercícios de musculação, que usarão a maior quantidade de proteínas ingeridas para melhorar ainda mais seu ganho de massa.

Estes 5 alimentos que listaremos tem seus prós e contras, e devem ser inseridos de forma harmônica dentro de uma dieta balanceada, preferencialmente feita por um nutricionista.

Ovo:

O Ovo é eficiente por vários motivos, Além de ser cheio de proteínas e gorduras, que darão a energia necessária para a construção de músculos, podem ser consumidos de várias maneiras, inclusive misturados em shakes e bebidas energéticas, totalmente cru. Pode ser perigoso, pela incidência de salmonela, mas para evitar isto, é fundamental comprar sempre ovos em lugares de confiança e, preferencialmente, frescos.

Manteiga de amendoim:

Além de deliciosa e facilmente acrescentável a uma verdadeira infinidade de outros pratos, a manteiga de amendoim tem uma grande quantidade de proteínas e gorduras, com muito pouca concentração de carboidratos, que vai ser absorvida pelo corpo e então oferece a energia necessária para a criação dos músculos que você tanto deseja.

Carne:

Uma das principais fontes de proteína usada pela grande maioria. Tanto a carne bovina quanto a de frango e até a de porco podem ser usada, embora a carne de porco tenha mais gorduras e seja mais indigesta. O mais usado por atletas para controle de gorduras é peito de frango cozido ou grelhado, que mantém o sabor e as proteínas sem acrescentar muita gordura. O uso de carne de soja também é possível, com a vantagem de evitar as gorduras, mas tem um pequeno ganho de carboidratos que precisa ser compensado.

Vegetais ricos em amido:

Estes vegetais são eficientes para quem quer ganhar peso por serem ricos em carboidratos e serem, basicamente, só isso.  As quantidades de outros nutrientes nestes alimentos são tão pequenas que são praticamente irrelevantes, o que facilita (e muito) o consumo controlado de carboidratos. Evite aumentar o potencial de gorduras destes alimentos consumindo-os cozidos, ou em formato de purês sem manteiga ou leite, especialmente antes do treino, para que o carboidrato ajude a dar explosão e a proteína seja usada na construção da massa muscular.

Cereais integrais:

Sejam consumidos puros ou por meio de pães integrais, os cereais integrais são uma forma inteligente de consumir carboidratos e fibras em equilíbrio, o que vai ajudar a manter sua dieta equilibrada e eficiente. Consumir cereais integrais no lugar dos beneficiados é uma receita garantida de sucesso para quem deseja mais leveza, um intestino funcionando melhor e ainda uma limpeza no seu aparelho digestivo, já que as fibras atuam como uma esponja, sugando e levando as impurezas com elas.

Treino para hipertrofia: como começar?

Este texto é especial para você que está pensando seriamente em começar a fazer treino para hipertrofia, ou para você que já começou, mas está começando a se decepcionar com os resultados ou com a forma que vem treinando. Nós vamos falar sobre o treino para hipertrofia de forma realista, com isenção e sem oferecer nenhum tipo de promessa milagrosa.

Antes de tudo, é necessário entender que a hipertrofia é um assunto sério e, apesar de toda a campanha negativa da mídia em geral, o treino para hipertrofia é um dos componentes do fisiculturismo, ou bodybuilding. Cuidado com os atalhos, como Sibutramina, Clenbuterol e semelhantes.

Outro detalhe fundamental é que o treino para hipertrofia tem como objetivo desenvolver a massa muscular, tendo como objetivo o chamado corpo “bombado”. A partir daí, como o próprio nome em inglês sugere, o treino para hipertrofia é uma construção corporal, que tem muito mais relação com os objetivos pessoais de cada praticante do que um padrão.

Alguns usam o treino para hipertrofia para melhorar a sua aparência, por pura vaidade. Outros buscam um equilíbrio entre a beleza, e a saúde. Um terceiro grupo ainda usa o treino para hipertrofia em conjunto com atividades aeróbicas para a criação do tipo de corpo chamado fitness, onde a força física e a agilidade e explosão são relativamente equilibrados.

Mais do que apenas uma técnica, um estilo de vida.

Para os fisiculturistas profissionais e entusiastas do esporte, o treino para hipertrofia tem um papel muito mais importante do que, por exemplo, um treino aeróbico. Quando foca sua rotina de exercícios, alimentação e descanso para o treino para hipertrofia, o atleta desenvolve uma condição de grande ganho de força muscular de forma muito mais rápida do que outros atletas, com um programa de exercícios mais equilibrado.

Como em qualquer exercício, o treino para hipertrofia tem de ser acompanhado por um profissional de educação física, para que as séries sejam repassadas de forma equilibrada, focando nos objetivos que o aluno passa a seu instrutor. Acima de tudo, o atleta de hipertrofia precisa de muito foco, disciplina e determinação para conseguir os resultados que realmente impressionam.

É necessário também levar o tipo físico em consideração quando falamos do treino para hipertrofia: os homens conseguem desenvolver massa muscular com mais facilidade do que as mulheres, e mesmo dentre os homens existem diferenças entre os desenvolvimentos, não só produzidas pela diferença de treino, mas também por fatores genéticos e metabólicos.

Como não desistir dos treinos de hipertrofia?

Não é incomum verificar que muitos alunos de academia desistem depois do primeiro ou segundo mês de treinos de hipertrofia. Muitos desistem pela simples questão de terem sido “enganados”, iludidos por uma vida glamourosa de esforços pequenos para grandes resultados. Se você está pensando que o treino para hipertrofia funciona assim, nem comece.

“No pain no gain” é mais do que uma bonita para uma camiseta. É um aviso, um alerta, uma promessa.

Existem, porém algumas formas de deixar o treino mais interessante para quem está começando:

Comemore as pequenas vitórias: Conseguiu fazer um levantamento a mais que ontem? Sentiu o bíceps um pouco mais firme quando foi tomar banho? Aproveite e celebre as pequenas mudanças, pois com o tempo elas se acumulam e se tornam seu sonho realizado!

Use cupons de desconto para comprar os suplementos, faça uma busca por cupom de desconto onofre ou cupom de desconto netshoes e aproveite.

Tenha amigos da mesma filosofia: Não que você vá romper com seu amigo gordinho ou com aquele amigo de anos que é extremamente magro, mas ter amigos que também façam treinos de hipertrofia é fundamental para quem está começando.

Não pense só nisso: O mundo da hipertrofia é fascinante, sem dúvida, mas ele não precisa sufocar todos os seus outros interesses.